Naturologia


Naturo... natu.. natu... Natu o quê? 

  Naturologia é a mais nova profissão da área da saúde (Está desde 1998 no mercado). Ela estuda e compreende todas a relações do ser humano para com ele mesmo (fisico, mental, emocional, sutil) e com o ambiente em que vive e interage (trabalho, família, sociedade em geral), para assim: recuperar, manter e promover a saúde (clique aqui para ler mais sobre o conceito de saúde) através de terapias naturais e medicinas orientais milenares (chinesa, indiana, etc).


Não é terapia alternativa. É complementar e integrativa!

   A Naturologia não vêm para substituir nenhuma outra profissão da área da saúde. E também não é alternativa (escolher uma entre duas ou mais opções). Ela vem sim para complementar e integrar os cuidados na área da saúde, muitas vezes trabalhando em conjunto com outros profissionais (médico, psicólogos, quiropraxistas, fisioterapeutas, nutricionistas, etc) para melhorar a qualidade do atendimento e aumentar os bons resultados no tratamento. A função principal do naturólogo é como facilitador e educador em saúde.

Quem é o Naturólogo? 

   Para ser naturólogo é necessário concluir o curso de graduação com duração de 4 anos. Atualmente temos dois cursos reconhecidos pelo MEC no Brasil: em São Paulo (Universidade Anhembi Morumbi) e Santa Catarina (UNISUL). No curso temos matérias de biomedicina (anatomia, patologia, fisiologia, etc) o que confere um maior embasamento científico ao profissional graduado para que este trabalhe com devida eficácia, efetividade e segurança. O que nos diferencia de profissionais que trabalham com terapias complementares, mas não possuem, na maioria das vezes, a qualificação e formação necessária para aplicá-las.
   Aqueles que trabalham com terapias naturais mas não possuem o certificado de Bacharel em Naturologia não podem ser considerados Naturólogos.
  Uma vez que a profissão seja regulamentada, quem trabalha com as terapias naturais mas não possui o curso superior, será classificado como Técnico em Naturologia, da mesma forma que temos a profissão de enfermagem e técnicos e/ou auxiliares em enfermagem.

Naturólogos da UAM no Projeto Se Cuida Zezinho 2015

No consultório naturológico

   A maioria das pessoas ainda procura o naturólogo quando já possui alguma moléstia crônica pois não conseguem melhora através da medicina convencional. Dores de cabeça, gastrite, insônia, stress, dores na coluna... Contudo, apesar de culturalmente a maioria só procurar ajuda quando a situação já está em um nível elevado, qualquer pessoa que deseje saúde e qualidade de vida pode procurar o naturólogo:

"Saúde é o estado de completo bem estar físico, emocional e social, e não, apenas, a ausência de doenças." Organização Mundial da Saúde (OMS)

 "Qualidade de vida é a percepção do indivíduo de sua vida no contexto da cultura e sistema de valores em que vive e em relação aos seus objetivos, expectativas, padrões e preocupações." Organização Mundial da Saúde (OMS)

   Vale ressaltar que o naturólogo não faz diagnóstico de patologias físicas e nem as trata, isso cabe ao médico especialista para aquele problema. O naturólogo oferece tratamento personalizado para o indivíduo a partir do conhecimento de seu biotipo físico, emocional e hábitos de vida. Utiliza-se de ferramentas de sua competência (fitoterapia, acupuntura, terapia floral, cromoterapia, etc).    O naturólogo trata o ser integral e não a doença, embora esse tratamento muitas vezes reflita em uma melhora total ou parcial das moléstias que o interagente trouxe ao procurar à naturologia.

   Vale a leitura: 10 motivos para amar a Naturologia por Nova

A profissão é regulamentada?

   A profissão ainda não é regulamentada, embora o curso de graduação seja reconhecido pelo MEC e tenhamos oficialmente instituído - o Dia do Naturólogo (23 de março) nos estados de São Paulo e Santa Catarina e a conquista do ingresso do naturólogo no CBO (Classificação Brasileira de Ocupações)
  Há naturólogos atuando no sistema público de saúde (SUS) e em renomados hospitais como Hospital das Clínicas, Hospital São Luis, Hospital Albert Einstein e Hospital Psiquiátrico Vera Cruz.
 Atualmente, estamos no processo de regulamentação, clicando nesse link você encontra as informações do porque se faz necessária a regulamentação e os links para acompanhar o Projeto de Lei.
 Se você é a favor da Regulamentação de nossa profissão, nos ajude divulgando a profissão ou/e assinando essa petição no Avaaz (clique).


O que é interagência?

   Interagência é o nome da relação do profissional naturólogo com o seu "paciente", paciente este que passa a ser designado por interagente pois o termo paciente nos remete à passividade o que não condiz com os atendimentos em naturologia.
  O interagente participa ativamente do processo terapêutico e compreende que relevante parcela de sua saúde e qualidade de vida são de sua própria responsabilidade. A relação é baseada em empatia, acolhimento, segurança, sigilo, respeito e reciprocidade humana.
   O naturólogo é facilitador e educador em saúde com o desejo de ampliar a autonomia de seu interagente por sua vida e saúde.
 

Vitalidade, Energia, Espiritualidade  ≠ Religião 

   O naturólogo trabalha sim com o campo energético e espiritual mas vale a pena pontuar que vitalidade, energia e espiritualidade não são o mesmo que religião, crenças e cultura. 
   Como na Medicina Chinesa temos a energia vital denominada Qi ou na Ayurveda o Prana. A energia é todo o envoltório de corpo etérico, aquilo que diferencia o que está vivo do não vivo, energia essa que pode ser manipulada e restaurada através de práticas como: magnetoterapia, reiki, acupuntura, respiração, etc.
   Já o campo da espiritualidade abrange a presença auto-reflexiva do ser humano que permite o desenvolvimento pessoal para além dos papéis, auto-imagens, emoções ou quaisquer anseios limitadores. Esse campo está ligado intrinsecamente aos valores pessoais, morais, culturais e religiosos do paciente. Já o naturólogo compreende o desenvolvimento humano em suas mais diversas fases e dispõe de ferramentas que proporcionam abertura de consciência e reflexão, sempre com respeito e mantendo intacta a dignidade de seu interagente. 



História da Naturologia (clique aqui para conhecer)


* Por favor, ao copiar/compartilhar o texto ou parte dele, peço que coloque os devidos créditos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário